ser

Quando X era pequenino gostava de ser coisas diferentes dos outros meninos. Queria ser um carro de bombeiros, quando eles queriam ser bombeiros. Depois quis ser um carro de corridas quando eles queriam ser pilotos. Houve uma altura em que quis ser avião e eles passageiros.
Essa fase, como todas as fases, passa depressa.
Ao chegar ao liceu, X só queria passar os anos sem grandes marranços, enquanto alguns dos outros viviam obcecados com notas e médias finais e deixavam a vida passar ao lado.
Tudo foi assim na vida de X.
Hoje continua a querer ser coisas diferentes. Gostava de ser o tempo porque todos os outros fazem a vida por ele. Gostava de ser água porque todos a bebem. Gostava de ser calor, pois todos precisam dele. Gostava de ser doce, pois a vida é bastante amarga.
X gostava, acima de tudo, de ser um pouco de tudo, porque tudo o que os outros têm, o que até pode ser muito, não vale absolutamente nada.

Advertisements

Leave a comment

Filed under Uncategorized

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s