corpo

Tcharam! X acordou cedo. Não sabia a quantas andava. Eram 2 da matina, hora de dormir. Mas num tcharam e num tímido toc toc toc, X vislumbrou uma luz que o convidava a segui-la. Porque não, questionou. Mas que coisa é esta, questionou. Vou ou não vou, questionou. E no meio de tantas dúvidas, lançou-se à luz.
Deu a mão a uma coisa branca, tão pura e tão forte que da sua mão só via o esqueleto. Gostou de ver os ossos impecáveis da sua mão. O ser apercebeu-se disso e abraçou-o. Um longo e apertado abraço. X, depois do susto, deixou-se penetrar por aquela luz tão límpida, forte e única. Viu todo o seu interior. Descobriu mazelas no fígado e nos brônquios. Percebeu alguns problemas no fluxo da sua corrente sanguínea. Viu a gordura acumulada em todo o seu corpo. Descobriu a beleza do seu interior, com avermelhados, rosas e roxos. Viu também azuis de todas as tonalidades. E muitos verdes secos. X tinha uma corpo maravilhoso, limpo e cheio de vida. Mas não sadio. E foi neste preciso momento que acordou. Que raio… mais um ET que lhe veio dizer para ter cuidado.

Advertisements

Leave a comment

Filed under Uncategorized

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s