ideias

X escrevinhou freneticamente na sua sebenta uma ideia que tinha tido há muito tempo e que agora lhe tinha reaparecido. Foi à procura de apoios que, logicamente, não encontrou. Depois falou com os amigos e amigas e perguntou-lhes se conheciam quem tinha carros antigos e pequenos e que quisessem livrar-se deles. Havia três, um Polo antigo, um Fiesta dos primeiros e, pasme-se, um Fiat 127 que ainda andava.
X foi buscá-los um a um e ainda lhe agradeceram por tirar as carroças das mãos dos donos.
Depois foi ter com um amigo que também estava in between jobs e propôs-lhe uma aliança. Com algum dinheiro mandaram fazer uns vinis para colocar nos carros. Eram patadas de animais e um nome. Mas antes disso pediram a um amigo pintor de automóveis que, a preço do material, lá fez com que os três carros ficassem verde alface.
Aproveitaram estar na garagem, tiraram os bancos de trás, colocaram duas jaulas em cada um e pronto. Os vinis estavam quase todos colocados, faltava o mais importante. “PETCAB”!
Pediram a uma amiga que também estava in between jobs e os três fizeram-se à estrada.
No primeiro dia não entrou dinheiro. No segundo já algum. Ao fim de um mês, suficiente.
Combinaram o próximo passo: telefonar a amigos para mais três carros velhos e abrir um pequeno escritório para alguém atender os telefonemas.
Passados seis meses a frota incluia 12 carros e o escritório já era bem maior.

Advertisements

Leave a comment

Filed under Uncategorized

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s