esperança

Esta é a aventura de um homem que acreditava na alma gémea. Decidiu desde novo encontrá-la, mudando de cidade, emprego e trabalho. Enganou-se algumas vezes, acreditando que as mulheres com que viveu o eram. Mas passados uns tempos, percebia que não. Contudo, cada nova partida era cheia de coragem, como se fosse virgem. Mudou de países, aprendeu outros idiomas, aventurou-se com outras cores, mas nada. Os anos passavam e ele estava a ficar velho. Já não tinha tanta esperança de encontrar a sua alma gémea. Decidiu tentar ainda mais uma vez. Mudou de casa, profissão e cidade, acabando num país longínquo do seu. Mas nada.
Desistiu da perseguição aos 70 anos. Para ele, já não era idade para namorar, mas sim para preparar a sua partida.
Num desses dias apanhou uma valente gripe e teve que ser internado no hospital de uma grande cidade. O seu estado piorou, mas houve uma enfermeira que sempre acreditou na sua cura e restabelecimento. Nunca o deixou e quando ele abriu os olhos, sorriu. Sorriu prolongadamente com lágrimas de felicidade. A enfermeira deu-lhe a sua mão antes de começar também ela… a sorrir.

Advertisements

Leave a comment

Filed under Uncategorized

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s