aldeia

X, quando era puto, ia à terra do seu pai com restante família. Havia o largo principal e todos os irmãos do meu pai tinham aí o seu casarão. Era um largo perfeito, maravilhoso, onde havia uma bica de água e onde eram realizadas as festas típicas. Havia um castelo em ruínas de que X se salvou por pouco não caindo no poço escondido pela vegetação. Havia um riacho transparente onde X e os primos apanhavam peixe com um pau e um fio, sem isco. Havia a matança do porco, havia as festas em torno dela, havia carroças que levavam o proveito da vindima e em que X mais um primo se empoleiravam a comer uvas. Toneladas de uvas. Havia burros e lagares.
A aventura de X tem a ver com um desses burros. Havia o mais velho, lento, cansado e grande e o mais novo, mais pequeno e muito rápido. Era nesse que as boas gentes da terra montavam X, enquanto o velho, coitado, lá ia levando com carregos em cima. Num desses dias, o burro mais novo assustou-se com qualquer coisa e largou a correr pela estrada de pó. X ia montado nele, todo contente e vaidoso. Parecia um nobre cavaleiro e ria-se até à exaustão com a adrenalina que até aí era desconhecida para ele. O problema é que o burro não parava e fugiu para longe.
Sempre disseram a X que os burros só sabiam um caminho que era o para casa. Ora o burro estava cansado, a noite surgia e X começava a ficar ora assustado, ora com fome.
Finalmente o burro lá se decidiu tomar o caminho de volta e, na memória de X, passaram horas até que ele entrasse na terra e fosse comer ao seu manjedouro. X, aliviado, nem notou que a aldeia estava vazia, pois toda a gente tinha ido em busca dele próprio. Foi para dentro dessa cozinha, viu leite e queijo e bebeu e comeu.
Depois desceu a ladeira que o levava para casa e, mal sabia ele, para a cama durante uns três dias devido a febres altas e outras coisas que o leite de cabra e o queijo foram os responsáveis.
X não sabe porque se lembrou disto. Talvez seja das uvas que está a comer. Ou talvez porque está a ficar menos jovem.

Advertisements

Leave a comment

Filed under Uncategorized

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s