duas vidas

X estava entusiasmado a fazer o seu próprio robot, quando leu as novidades tecnológicas respeitantes a peles sintéticas e materiais mais leves que os que estava a utilizar.
X queria estar em dois lugares ao mesmo tempo e o robot seria a solução ideal. Foi ao mercado, comprou as novas ligas, peles e demais acessórios e recomeçou.
Alguns meses passaram com trabalho árduo, pois X não tinha ninguém que o ajudasse neste processo quase secreto, até que o robot ficou pronto, quase semelhante e quase perfeito.
Faltava apenas juntar-lhe toda a informação indicada para as tarefas a cumprir e bastou para isso encher a memória dinâmica com os dados necessários.
Quando chegou o primeiro dia de trabalho do robot, X tropeçou nuns cabos, bateu com a cabeça e ficou imóvel num coma profundo. O seu robot tratou dele, deitando-o e ligando a máquinas de vida artificial que construíu num instante. Sabia quais as suas funções e a principal seria estar num outro local diferente do de X. Então o robot começou a construír um novo robot que ficou quase semelhante e quase perfeito.
X ainda está ligado às máquinas, mas vive duas vidas em diferentes pontos do país.

Advertisements

Leave a comment

Filed under Uncategorized

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s