pés

Esta é a aventura de um homem que se chamava K. Sempre viveu com um grave problema de equilíbrio, trocando os pés e estatelando-se vezes sem conta. Metade da sua vida foi passada em hospitais, tendo sido operado diversas vezes aos muitos ossos que ia quebrando.
Foi num dia chuvoso e ventoso que o drama aconteceu: K, ao tentar atravessar uma avenida, não deu conta que o semáforo dos peões tinha deixado de estar verde e, ao reparar na horda de automóveis que vinham na sua direcção, atrapalhou-se, tropeçou nele próprio e foi varrido por duas viaturas. K veio a falecer pouco tempo depois, quando a ambulância que o transportava chocou de frente com um autocarro cheio de pessoas que vinham de Fátima.
Contudo, e como diz um qualquer ditado, o azar de uns é a sorte de outros e nessa precisa altura, o Hospital São José recebia um acidentado que tinha ficado sem os dois pés, num qualquer acidente de trabalho numa obra lisboeta.
O grupo de médicos de serviço, alguns deles espanhóis e outros com mais de três turnos seguidos, decidiram cortar os pés de K, ainda quentinhos, e tentar juntá-los ao corpo do trolha.
A operação, por incrível que pareça, foi um sucesso e o trolha, após vários meses de recuperação e fisioterapias, recomeçou a andar.
Ainda no Hospital, tropeçou algumas vezes, mas a junta médica achava natural. Afinal, o processo era complicado e a recuperação total levaria anos.
Com umas muletas, o trolha começou a tentar encontrar um novo trabalho, preferencialmente sentado a uma secretária.
Esperou alguns meses até ser chamado para uma entrevista. Querendo dar o seu melhor, largou as muletas e aperaltou-se com o fato domingueiro.
Foi ao atravessar uma avenida que o pé esquerdo teimou em ser o direito e o resultado foi uma estrondosa queda no asfalto. Nesse preciso momento, um autocarro cheio de mulheres que vinham ver um concerto de um dos Carreira, travou a fundo. Mas não conseguiu evitar a tragédia.
Uma testemunha relatou à polícia que tinha visto um acidente parecido poucos anos atrás…

Advertisements

Leave a comment

Filed under Uncategorized

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s