mister

X foi sondado pela federação tuguesa de futebola para o cargo de mister da selecção. Pediu, logicamente, tempo para pensar e só daria uma resposta após a conclusão do €. Ora já acabou e os germânicos caíram (dói muito bebé, não dói?) e os hermanos só se vão calar daqui a quatro años. Ora com as saídas do aragonês e do filipão e de outros que foram demitidos, resta no comando o tipo da camisa branca justa e cabelo pintado. Há que ter cuidado com este fulano num futuro próximo. De qualquer forma e fazendo as contas, esta é uma boa altura para assumir o comando da selecção nacional.
De seguida eis o rascunho do projecto que irei apresentar aos dirigentes da federação.
1. Equipa
Ora aqui começa a chicotada psicológica e outra bem real, que é meter os mininos de rabo desnudado para o ar e presenteá-los com uma dúzia de vergastadas mesmo bem dadas. Logicamente que a permanência do ricardo está fora de questão, mas há outros que eu também, como mister, vou despedir: todos os que não sabem dizer mister em condições, todos os que pintam o cabelo e todos os que usam jóias em orifícios não naturais. Sim, é verdade, o quaresma e o ronaldo. E depois? Um tem os pés tortos e o outro tem um pé já marcado. Nada demais. Sem vedetas, a equipa jogará melhor “em colectivo”. No meio campo mantinha o petit do benfica e o outro ainda mais petit do sporting. O problema com os brasileiros é que o deco, com contrato novo assinado, vai jogar como nos habituou, ou seja mal. Mas o pepe é um gajo valente… fica o pepe para dar aquele show de bola a que já estamos habituados. O gomes fica. E não me lembro de mais nenhum.
Ora para ter 11 bons jogadores, vamos buscar lá fora, como os alemães fizeram. Quero dois turcos, dois russos, um espanhol, um polaco e um holandês. Dar o b.i. tuga deve ser coisa fácil e ficamos com fãs em mais países que até gostam de futebol.
2. Táctica
1 – 1 – 1- 8
Ou seja, tudo prá frente que prá frente é que é o caminho! Podemos levar muitos golos, mas para vencer só temos que marcar mais um.
3. Autocarro da seleção
Nada de empurrões! Só mesmo a girassol. Vamos ser verdes!
3. Centro de estágio
Lisboa. Subir e descer as colinas para o físico, evitar os buracos para garante de rapidez e reflexos, banhos de lodo na doca da expo para a pele, atravessar a nado o tagus para a força anímica, explorar obras do terreiro do paço para não caír nas rasteiras das selecções adversárias e, finalmente e porque X não gosta, caír no asfalto em hora de ponta com a obrigação de ser lesto a levantar para não levar com um carro em cima, para evitar aquelas fitas da treta bem à portuguesa.

E pronto. Se me escolherem, saíremos vencedores para a próxima.

Advertisements

Leave a comment

Filed under Uncategorized

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s