vida

Esta é a aventura de um homem que se apaixonou pela vida. Ela própria! Cada dia que passava aumentava o seu sentimento e tinha chegado a hora de lhe fazer a corte. Perguntou a amigos como é que conseguiria ter o contacto da vida. A princípio pensavam que ele estava a brincar, mas com a insistência, começaram a ficar preocupados. Tentaram demovê-lo, mas a sua paixão aumentava.
Acordava mais cedo, dizia bom dia ao sol, às plantas, às flores, aos animais e até às pessoas. Curiosamente, estas eram as únicas que o olhavam de lado. O homem estava feliz, sorridente, cheio de uma força que podia mudar o mundo. Os seus amigos já se reuniam às escondidas e consultavam médicos atrás de médicos para encontrar uma causa. Seria um mal da cabeça? Seria um mal do corpo? Ou da alma? Finalmente encontraram um guru sem segredos que lhes disse que não era de todo anormal esta “doença” atingir algumas pessoas. Havia aqueles que tinham essa sorte, raros, e poucos conseguiam vivê-la, pois quem os acompanhava internava-os num qualquer hospício.
O homem não entendia o temor dos seus amigos. Para ele, a vida era somente bonita, linda, fantástica e tinha que ser aproveitada segundo a segundo. Só não tinha era o telemóvel ou o email dela. Mas não ia desistir.
Entrou em foruns da internet, conheceu pessoas que o admiravam, outras que o invejavam e ainda outras que o injuriavam. Mas nada o demovia.
Esta sua busca teve um desenvolvimento que poucos esperavam. O seu nome começou a ser notado, falado e comentado. Os admiradores começaram a abafar os críticos. Foram construídos sites, blogs, os telejornais começavam a falar do caso. Toda a gente queria saber o como e porquê desta paixão. E muitos começaram a seguir-lhe os passos. Também eles diziam bom dia a tudo e todos. A pouco e pouco o mundo foi ficando menos cinzento. As pessoas mais gentis, a natureza mais respeitada, os animais mais amados.
O homem, contudo, ainda não tinha conseguido contactar a sua paixão. Mas agora tinha gente de todo o mundo a acompanhá-lo nessa busca. E isso dava-lhe ainda mais força.

Advertisements

Leave a comment

Filed under Uncategorized

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s