Olimpo

Esta é a aventura de uma medalha que não queria ser conquistada por um país de fraca auto-estima, cheio de invejosos, fala baratos e treinadores de bancada. Esta medalha foi apontada pelas outras, porque isso não se fazia. Nem sequer se pensava. Mas a pouco e pouco, outras medalhas começaram a perceber que teriam uma vida muito mais interessante noutros países que tratavam bem os atletas e os levavam a sério desde pequeninos. E quanto mais fossem conquistadas, mais companhia e folia teriam juntas. Ao menos não ficavam solitariamente a contar os anos para ter uma amiga ao lado.
A medalha conseguia, com este tipo de razões, ter aliadas. E com mestria, conseguiram fugir a atletas portugueses, desde aqueles que dizem que de manhã é para se dormir, outros que ficam paralisados quando entram num estádio, outros apenas porque é giro fazer umas férias pagas e tal. Nada de mais. Mas a medalha em questão teve azar. Foi escolhida para premiar o triplo salto masculino. Tanta manha e tanto discurso e lá seria ela a ter que ir para um país pequenito e longe de tudo.
Agora aguarda pacientemente por companhia.

Advertisements

Leave a comment

Filed under Uncategorized

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s