solução

Esta é a aventura de um homem desgovernado. Provocava problemas rodoviários, recorria em problemas bancários, sofria desilusões pessoais, perdia o fôlego nos projectos e faltava constantemente a compromissos adiados. Um dia pensou em suicidar-se. Olhou em redor da sua sala, foi à cozinha, wc e ainda passou pelo quarto, mas não descobriu nenhuma corda, arma ou escadote bamboleante. Pior, o forno era eléctrico, as facas estavam rombas e habitava um rés-do-chão. Exigiu-se não falhar este plano como tantos outros que tinham ficado pelo caminho. Abriu os classificados de um diário, procurou solução e encontrou-a na forma de um trabalho de alto risco: empresário…

Ficou radiante! Em Portugal, o seu objectivo não falharia.

Advertisements

2 Comments

Filed under Uncategorized

2 responses to “solução

  1. Gusha

    Simplesmente delicioso 🙂

  2. Bem…a maioria dos nossos “empresários” coincide mais ou menos com a descrição do Mr. X, é sem dúvida um dos grandes contributos para a pasmaceira lusitana, outro, é a maneira como o mercado e todo o sistema, judiciário, fiduciário e os clientes ordinários, , tratam muitos dos suicidários empresários… é um ciclo lixado…mas depende sempre do tamanho do dito empresário, porque às vezes é ao contrário…

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s